O FEEDBACK É UMA DAS TÉCNICAS MAIS IMPORTANTES EM TERMOS DE DESENVOLVIMENTO PESSOAL E PROFISSIONAL. EU PRESENCIEI DURANTE A MINHA CARREIRA, VERDADEIRAS TRANSFORMAÇÕES EM FUNÇÃO DOS FEEDBACKS BEM ESTRUTURADOS.

CONTEXTO:

1)   Sem sombra de dúvida a Pandemia trouxe um contexto completamente NOVO e diferenciado em relação aos processos de feedback. Se antes eram IMPORTANTES, agora são FUNDAMENTAIS!

2)   Mas será que a maioria das empresas, a maioria dos líderes e dos colaboradores estão preparados para essa realidade, ou melhor, NOVA REALIDADE? Acredito que NÃO!

3)   FEEDBACK tem a ver com CULTURA e uma cultura bem estabelecida de feedback são poucas empresas que tem!

4)   Com o afastamento social e as equipes e colaboradores trabalhando no sistema de home office, hoje mais do que nunca se faz presente a presença do LÌDER e a necessidade de feedback constante, não só coletivo, mas principalmente INDIVIDUAL.

MAS O QUE É FEEDBACK?

ORIGEM:

Na época, definido como a produção de energia, movimento e sinais de saída retomavam ao ponto inicial em um sistema mecânico. Bem característico do conceito de retroalimentação, portanto. Só 100 anos depois, mais precisamente após a segunda guerra mundial, a definição de feedback chegou à forma que conhecemos atualmente. Então, passou a ser usada como sinônimo de avaliação de pessoas e de desenvolvimento profissional.

Um instrumento poderoso para qualificação da performance, sem dúvidas. Apesar disso, muita gente tem medo ou simplesmente não gosta do feedback. Em parte, tem a ver com o seu tipo e com a forma como é expressado.

CONCEITO: 

Consiste no provimento de informação a uma pessoa sobre o desempenho, conduta, eventualidade ou ação executada por esta, objetivando orientar, reorientar ou estimular ações positivas de melhoria sobre as ações futuras ou as executadas anteriormente.

PARA QUE SERVE O FEEDBACK?  

O feedback serve para avaliar um indivíduo, um grupo ou até uma empresa sobre o desempenho que apresenta. Então, nada mais é do que uma espécie de análise sobre o trabalho que vem sendo realizado ou acaba de ser concluído.

Em âmbito empresarial, é uma ferramenta importantíssima para a gestão de equipes, medição de resultados e otimizações para melhorias contínuas. Uma relação de ganha-ganha que, como tal, deve representar vantagens para as duas partes envolvidas: quem dá e quem recebe.  Afinal, é uma oportunidade para que ambas compartilhem opiniões, críticas e sugestões de melhorias.

É interessante observar também que o feedback serve não apenas para instigar um colaborador a alcançar seu máximo potencial. Ouvir o que os clientes tem a dizer sobre uma marca ou solução que ela oferece, representa uma oportunidade e tanto. Saber onde estão seus pontos falhos e no que pode evoluir para ser ainda melhor é um aprendizado que não se pode dispensar. Tudo isso, é claro, com clareza, ética e respeito. Ou seja, sem prejudicar as relações de trabalho ou com os clientes.

Muitos feedbacks negativos, por exemplo, são vistos como críticas pessoais e acabam comprometendo a produtividade das empresas. Então, uma boa prática é mostrar para todos que fazem parte dela a importância do feedback.

A IMPORTÂNCIA DO FEEDBACK?

Como um instrumento de desenvolvimento pessoal e profissional, o feedback é essencial para que empresas e pessoas saibam se estão na direção certa. Também é uma forma de identificar se estão perto de cumprir seus objetivos.

Fique por dentro dos principais benefícios do feedback para pessoas:

·     Conhecer pontos fortes para se aperfeiçoar ainda mais;

·     Reconhecer pontos fracos para revertê-los em aprendizado;

·     Potencializar o marketing pessoal;

·     Promover habilidades e competências como autoconhecimento, inteligência emocional e resiliência;

·     Aumentar a motivação (quando o feedback é construtivo, claro).

Já para empresas, a importância do feedback também É IMPORTANTE!

·     Aumento da confiança e da produtividade da equipe;

·     Diminuição do turnover (rotatividade de funcionários);

·     Melhora na qualidade de produtos e serviços;

·     Redução da distância e da hierarquia entre líderes e colaboradores;

·     Faz da empresa um lugar melhor para se trabalhar.

TÃO IMPORTANTE QUANTO UM LÍDER SABER DAR UM EXCELENTE FEEDBACK, É UM COLABORADOR SABER RECEBÊ-LO!

10 DICAS PARA UM EXCELENTE FEEDBACK:

1) Em primeiro lugar o feedback deve ser SEMPRE CONSTRUTIVO e positivo, nunca pessoal e culposo. Jamais deve afetar a autoestima e autoimagem de qualquer pessoa;

2) Como eu disse no início, feedback é CULTURA, portanto faça disso uma constante através de reuniões 1:1. Pode ser uma vez por mês com TODOS os seus colaboradores em torno de uma hora. Durante 30 min você falará de performance e 30 min de carreira e futuro com o colaborador;

3) O feedback deve ser baseado em DADOS e FATOS e nunca em “achismos”. Traga detalhes, relatórios, gráficos, pesquisas 360º, datas, horários, etc…

4) Tão importante quanto falar é SABER OUVIR. Um líder deve saber ouvir o que o funcionário tem a dizer sobre a empresa, departamento e sobre a sua liderança!

5) Existem os feedbacks sistemáticos e periódicos, tipo trimestral, semestral ou anual e existem os feedbacks pontuais, ou seja, você viu que o colaborador cometeu um erro com um cliente, colega ……enfim…. alguém. Esse feedback deve ser dado na hora ou, no máximo, no dia seguinte. Não adianta chegar uma ou duas semanas depois e dar o feedback!

6) Não esquecer da MÁXIMA DA LIDERANÇA, feedbacks devem ser dados em particular e elogios em grupo!

7) LEMBRE-SE: TÊM O OBJETIVO DE DESENVOLVER QUEM O RECEBE!

8) Saber solicitar feedback é sinal de MATURIDADE PROFISSIONAL.

9) Honestidade, clareza, assertividade e imparcialidade são fundamentais em um excelente FEEDBACK!

10) Aplique FEEDBACK SANDUÍCHE sempre que necessário. Assista ao vídeo: https://youtu.be/vh37pGNHiuU.

Você empresário, tem uma cultura voltada ao feedback em sua organização?

Você LÍDER, sabe dar um feedback bem estruturado?

Você colaborador, está pronto para receber o seu e dar as suas sugestões para a empresa e o seu líder?

Ronald Dennis Pantin Filho – Fundador e Instrutor do IIHD
Head Master Trainer em Coaching e Mentoring, Expert em Liderança, Palestrante, Educador, Escritor e Empreendedor.